Polêmica: Alison Maia fala sobre falso sequestro ao Portal Zyo e Agência Press

Segundo Maia, ficaram comprovados no laudo pericial psicológico de Naftali Gomes, traços de narcisismo e egocentrismo em sua personalidade.

Nossa reportagem procurou o Sargento Alison Maia, mantenedor do blog Plantão Policial e patrão da jovem Naftali Gomes Damasceno, que, segundo conclusão da polícia civil, simulou um sequestro, em 27 de agosto de 2015, e dividiu a opinião pública da cidade.

Maia afirmou estarrecido e chocado com as conclusões, mas confessou que em alguns momentos teve dúvidas sobre a história. Principalmente quando soube que ela pediu que o moto-taxista ligasse para o namorado e não para a polícia, para comunicar o que estava acontecendo. Reafirmou ainda, não ter tido nem conhecimento nem participação na ação, e que acredita que ela elaborou e executou sozinha a ação.

Ao ser questionado sobre qual a motivação, Maia informou que não a conhece direito, apesar do convívio profissional prolongado, mas que em sua vida particular não tinha convivência, e que por causa disso, não saberia emitir opinião. Descartou qualquer possibilidade do ato estar ligado ao fato de ter sido, alguns dias antes, transferido para Piracanjuba, como forma de evidenciar sua ida, por qualquer motivo.

A agora ex-redatora do blog Plantão Policial, segundo a opinião do seu ex-chefe, é uma jovem brilhante, mas que já havia percebido alguns traços que ficaram comprovados no laudo pericial psicológico da polícia civil; que há traços de narcisismo e egocentrismo em sua personalidade.

Narcisismo é um conceito da psicanálise que define o indivíduo que admira exageradamente a sua própria imagem e nutre uma paixão excessiva por si mesmo. Já Egocentrismo é a denominação da característica de uma pessoa que acha que o mundo gira a seu redor.

Durante a conversa com a redação, Maia frisou, por diversas vezes, a nossa reportagem, que a conclusão da polícia civil apontava para a execução de forma solitária, por parte da adolescente. Sobre o futuro, disse ainda que não há ambiente propício para que a adolescente continue na equipe de redação do seu blog. E completou dizendo que acha que esse episódio a marcará para o restante de sua vida.

Relembre o caso: No dia 27 de agosto a jovem Naftali Gomes, após transitar a pé pelo setor Parque das Brisas e Serrinha, pegou um moto taxi e solicitou que fosse deixada em um determinado local no pé da Serra de Caldas. Para o moto taxista, disse que estava sendo sequestrada e que iria ao encontro dos seus captores.

Ao deixá-la no local, o moto taxista acionou a polícia e narrou o fato. Em pouco mais de 30 minutos a jovem foi localizada, sem nenhum sinal de violência, mas aparentando estar transtornada. Levada a UPA para exames e depois para a delegacia, a jovem caiu em contradições que levaram a polícia a examinar outra vertente da situação, a de falsa comunicação de crime.

Após exames periciais em imagens de câmeras de segurança e laudos psicológicos emitidos pela polícia técnica, ficou constatado que a jovem não tinha traços de distúrbios neuropsicológicos, e que havia simulado, sem participação de terceiros, o falso sequestro.

Naftali, embora estivesse a poucos dias de sua maioridade, era menor de idade na data do ocorrido, e que, portanto, deverá responder pelo artigo 340, falsa comunicação de crime, e se condenada, irá cumprir medidas socioeducativas.

Léo Lib

Comentarista e Editor de Opinião

About Teresa Cristina [Teka]

Check Also

#caldasnovas | Marquinho Palmerston declara apoio à reeleição de Kleber Marra

O ex-deputado estadual e empresário, Marquinho Palmerston, recebeu, na última sexta-feira, 2, uma comitiva de …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *