Moradora de Caldas Novas denuncia uso de linha com cerol

A moradora Luzilene Gonçalves, denunciou pelas redes sociais, ato criminoso cometido no município e que vem assustando a todos. Trata se do uso de cerol nas linhas de pipa. De acordo com ela, seu esposo sofreu um corte com linha de cerol no pescoço, e deixou toda família apavorada, pois o mesmo foi submetido a uma cirurgia de emergência. “Faço um apelo pelas vidas, se seus filhos fazem isso conversem com eles por favor só quem passa que sabe o susto e a tristeza. Graças a Deus que hoje meu esposo está bem. Obrigada. Deus abençoe a todos”, relatou.

CRIME

O Batalhão da Polícia Militar alerta que, com o aumento do número de crianças empinando pipas devido ao período de férias escolares, é preciso ficar atento aos riscos que podem ser causados com a prática em via pública. Uma linha de pipa com cerol se transforma em uma verdadeira navalha, representando risco de acidente a motociclistas, ciclistas, pedestres, skatistas e outros.

A Polícia Militar informa que o uso do cerol é considerado crime penal capitulado nos artigos 129, 132 e 278 do Código Penal Brasileiro, além do artigo 37 da Lei das Contravenções Penais. Em caso do uso do cerol por crianças ou adolescentes, estes podem ser apreendidos e encaminhados às autoridades competentes. Já o adulto que fizer uso do cerol será conduzido, junto ao material, até a autoridade judiciária, podendo até mesmo ser preso.

A Polícia Militar recomenda que a prática de soltar pipa seja realizada em locais onde não haja rede elétrica, nem vias de tráfego, e solicita aos pais que orientem seus filhos em relação aos riscos a terceiros e a si mesmos.

A população pode denunciar o uso ilegal do cerol por meio do telefone 190.

About Teresa Cristina [Teka]

Check Also

#goiatuba | Prefeito Zezinho segue entregando obras importantes para a população

Nesta terça-feira, 11, o prefeito Zezinho Vieira (PP) ao lado da primeira-dama, Maura Marques realizou …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *