29 de janeiro de 2022

Caldas Novas: Vilmar Rocha cumpre agenda positiva no município

 

O Secretário de Cidades, Infraestrutura e Meio Ambiente (Secima), Vilmar Rocha, e o presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Luiz Stival,  visitaram ontem (11) o canteiro de obras do Residencial Estância Itanhangá, em Caldas Novas. São 768 apartamentos em construção com recursos da Agehab, com o Cheque Mais Moradia, e do governo federal, com o Fundo de Arrendamento Residencial (FAR).

O Residencial Itanhangá contará com 64 blocos de três pavimentos, com apartamentos de 43 m². Desses, dez já se encontram concretados até o último andar, de acordo com o engenheiro responsável da Construtora CCB, João Guilherme. A infraestrutura, com água, esgoto e galeria, está executada em 90%.

A previsão de conclusão da pavimentação é para dezembro. Já o empreendimento deve ser entregue no segundo semestre do próximo ano. O início das obras foi em janeiro. O investimento total no Residencial é de R$ 55 milhões, sendo R$ 11,5 milhões do Governo de Goiás, por meio do Cheque Mais Moradia, e R$ 43,5 milhões do governo federal.

Acompanharam a visita, os assessores da SECIMA, Elmo Moleza e Matheus Vasconcelos, e os superintendentes, Bento de Godoy (Recursos Hídricos) e Wesley Borges (Projetos Estratégicos).

SEMINÁRIO

Ainda em Caldas Novas, o Secretário de Cidades e Meio Ambiente do Estado de Goiás, Vilmar Rocha acompanhou a Audiência Pública do Plano Estadual de Resíduos Sólidos (PERS) para as regiões Sul e Sudeste do estado. O evento aconteceu no Centro de Convenções do Terminal Rodoviário, no Auditório Pequi.

Segundo o representante do governo estadual, o plano prevê propostas e metas para oito tipos de resíduos, além de projetos, programas e ações que serão implementados junto às prefeituras, nas áreas de licenciamentos ambientais visando melhorias no meio ambiente e nos processos de gestão desses resíduos sólidos.

A Secretária do Meio Ambiente, Tais Cristina de Aquino disse que a ação conjunta possibilita a transferência de informações e práticas fundamentais no processo. `Precisamos unir ações e trabalhar na proteção ambiental`, explicou.

Durante a audiência ficou estabelecida a apresentação da proposta de estudo, diagnóstico da região e metodologia de trabalho, com divisão de grupos. Além disso, as informações extraídas das audiências realizadas ainda nortearão ações para o Programa Goiás sem Lixo, que prevê a construção de aterros sanitários e galpões de triagem em todo o estado.

 

Teresa Cristina (Teka)

Agencia News Jornalismo

 

 

 

Sobre Teresa Cristina [Teka]

Teresa Cristina [Teka]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*