22 de janeiro de 2022

Ex-prefeito de Itumbiara e a mulher são presos por deixar de usar tornozeleira eletrônica

Um ex-prefeito de Itumbiara, no sul do estado, e a mulher dele foram presos após descumprir uma determinação judicial que os obrigava a usar tornozeleiras eletrônicas. De acordo com o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), Cairo Ferreira Batista cumpria pena em regime aberto por crime de responsabilidade, por ter se apropriado de verbas públicas durante o mandato.

Batista foi prefeito da cidade entre os anos de 1997 e 2000. Uma investigação comprovou que ele fez uso de dinheiro público em benefício próprio. A esposa dele, Elaine Aparecida Souto Batista, também cumpria pena em regime aberto pelo crime de peculato, que é o desvio de dinheiro público. Como não usava a tornozeleira, também foi presa.

Eles foram levados para o presídio Regional de Sarandi na última segunda-feira (9). O TJ-GO não informou por quanto tempo os dois deverão ficar presos.

O advogado que representa o casal, Maércio Venâncio Machadio, disse ao G1 que uma audiência no Fórum de Itumbiara, prevista para a tarde desta quinta-feira (12), vai definir se o ex-prefeito e a esposa vão sofrer novas punições.

“O juiz vai ouvir as justificativas apresentadas por eles para o não uso da tornozeleira. Esperamos que lhes seja dada uma nova chance sem que eles deixem o regime aberto”, afirmou.

Sobre admin

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*