8 de dezembro de 2021

#goias | COMANDO DA PM PROÍBE ‘VIÉS POLÍTICO’ DE POLICIAIS NAS REDES SOCIAIS

O comandante-geral da Polícia Militar de Goiás, coronel Renato Brum dos Santos, definiu, por meio de portaria assinada ainda em junho, regras e restrições para o uso de redes sociais ou outros meios de comunicação por servidores da tropa.

O documento impede qualquer “divulgação ou propagação de dados, textos, áudios, fotos, imagens e vídeos relacionados a fatos definidos como crime ou contravenção penal”. Mais ainda, o comando passa a proibir “a manifestação de opinião pessoal de policiais militares sobre assuntos funcionais”.

A portaria do Comando da PMGO toma como base o crescente uso das redes sociais por policiais militares para distinguir o que pode ou não ser publicado por eles nas redes. “A vida pessoal do policial militar deve ser distinguida da carreira profissional, podendo o militar utilizar-se das redes sociais e demais recursos disponíveis na internet para realizar postagens que façam referência a sua vida particular, porém, sem jamais responder ou comentar quaisquer assuntos relacionados à segurança pública ou de viés político”, define o comandante.

A medida completa que o policial não pode falar em nome da Polícia Militar sem a devida autorização, principalmente quando utiliza a farda da corporação. A portaria é publicada em ano pré-eleitoral e em cenário de crescente participação de militares nas eleições proporcionais, com disputas aos cargos de deputado estadual e federal no próximo ano de 2022. [Sagres FM]

🌐 | Acesse nosso portal: www.agenciapress.com
🎯 | Acesse nosso Facebook: https://facebook.com/agenciapress
📌 | Confira nosso Instagram: https://instagram.com/agencia.press
🐤 | Acompanhe nosso Twitter: https://twitter.com/AgenciaPress
📲 | Add nosso Whatsapp: [64] 9 9949 4284

Agência Press | Notícias | Jornalismo
Marketing Digital | Redes Sociais

Sobre Teresa Cristina [Teka]

Teresa Cristina [Teka]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*