#eleições | Mais de 100 prefeitos apóiam Baldy, que espera subir na ‘hora certa’

O ex-ministro Alexandre Baldy, candidato a senador pelo Progressistas, diz que mantém a estratégia de, primeiro, consolidar as bases de apoio e, só então, deslanchar a campanha. Fala-se, nos bastidores, que Baldy conta com apoio de mais de 150 prefeitos, além de outras centenas de ex-prefeitos, vereadores, vices anteriores e atuais, secretários estaduais e municipais, deputados e ex-parlamentares.

O candidato confirma: “Articulo o tempo inteiro com as lideranças há muito tempo”. Porém, não quantifica: “Estamos solidificando, mais uma vez, o trabalho de cada pessoa que caminha conosco e, só então, na hora certa, os resultados aparecerão”.

Um apanhado nas mídias sociais de Baldy e em grupos de WhatsApp de políticos revela cerca de 100 prefeitos (mais precisamente, 111), objetivo inicial do candidato e sua equipe com referência a seu número nas urnas. Entre os 20 municípios mais populosos do Estado, Baldy tem apoio dos administradores de ao menos 13: Águas Lindas, Anápolis, Catalão, Cidade Ocidental, Formosa, Goianésia, Itumbiara, Jataí, Luziânia, Mineiros, Novo Gama, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso. Além deles, sua primeira-suplente, Flávia do Paulo Roberto Cunha, é de Rio Verde, a quarta em quantidade de habitantes. O destaque em termos proporcionais está no Entorno do Distrito Federal: das 10 grandes metrópoles da região, prefeitos de sete estão na campanha de Baldy. Os companheiros do senatoriável são de 18 partidos.

O anapolino Alexandre Baldy de Sant’Anna Braga tem 42 anos, é empresário urbano e rural. Formado em Direito, foi estagiário no Tribunal de Justiça, mas optou pelo empreendedorismo. Começou sua indústria com dois funcionários e agora são mil. foi ministro das Cidades, deputado federal e secretário de Estado em Goiás (Indústria e Comércio) e em São Paulo (Transportes). Entre suas realizações estão 53 mil casas em apartamentos construídos para famílias goianas no programa Minha Casa, Minha Vida. Trouxe dinheiro para pavimentar 4 mil quilômetros de ruas e estradas. Atraiu para Goiás R$ 48 bilhões em investimentos, sendo R$ 32 bilhões em recursos privados e R$ 16 bilhões em verbas públicas. Reuniu os 27 governadores e consolidou os incentivos fiscais, salvando os empregos de 400 mil goianas e goianos. Aliás, as empresas que se instalaram em Goiás por seu chamado abriram 215 mil vagas. O apoio de tantos prefeitos se deve, basicamente, a um dado: nos cargos que ocupou, Baldy atendia a todos. Aliás, está sem cargo e as emendas que conseguiu continuam chegando aos municípios.

Na região Baldy tem apoio declarado dos prefeitos: além de Itumbiara (Dione Araujo), também: Catalão (Adib Elias); Goiatuba (Zezinho Vieira); Água Limpa (José Carlos); Rio Quente (Ana Paula); Ipameri (Jânio); Pires do Rio (Cida Tomazini); Orizona (Felipe Dias); Pontalina (Edson Guimarães); Joviânia (Reni Eustáquio); Panamá (José William) entre outros. E ainda, alguns vereadores e presidentes de Legislativo, como, de Morrinhos (Wellington Peixoto) e de Caldas Novas (Marinho Câmara).

Sobre Teresa Cristina [Teka]

Teresa Cristina [Teka]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*