#COLUNA do Freitas – Mercado de Câmbio em alta

A variável econômica dessa semana é a moeda dólar. A moeda abriu essa quarta feira, dia 03 de abril, cotada a R$ 5,08, mesmo com a intervenção do Banco Central ontem vendendo moeda para segurar o preço da mesma. Havia 15 meses que o Banco Central não intervinha no dólar. A moeda sobe em função de uma maior procura de compra por parte dos investidores e players do mercado financeiro e real. 

E o destino provável dessa quantidade de dólar são os Estados Unidos da América. Os dados econômicos da economia americana apresentam um aquecimento sistemático. As vagas de empregos divulgadas ontem foram em um patamar elevado. Hoje o FED deverá ser pronunciar sobre a trajetória das taxas de juros dos Estados Unidos. Até lá o mercado ficará volátil.

Apesar de toda essa movimentação, o mercado financeiro do Brasil, através do Relatório Focus, projeta estabilidade na taxa do câmbio para o final de 2024 de R$ 4,95 e nos próximos anos de R$ 5,00, R$ 5,04 e R$ 5,07, respectivamente, 2025, 2026 e 2027.

As projeções realizadas no relatório Focus divulgado no dia 28 de março trouxeram pequenas variações em relação à semana anterior. Para o PIB de 2024 houve crescimento da previsão de 1,85% para 1,89%, houve manutenção das previsões para os anos de 2025, 2026 e 2027 em 2%. Já para a inflação, a previsão de 2024 foi mantida em 3,75%; 2025 mantida em 3,51% e 2026 e 2027 mantiveram-se asprojeções de 3,50%.  

As projeções da Taxa Selic mantiveram-se as mesmas, 2024 em 9% e 2025, 2026 e 2027 manutenção da projeção em 8,5%. Com as previsões da Selic e a manutenção da previsão da inflação para os próximos 12 meses para 3,46%, a taxa de juros reais da economia, calculada pela coluna aumentou para 5,92% ao ano. A taxa prevista para o final do ano, com Selic em torno de 9%, equivalerá taxa de juros reais de 5,35%, ainda acima da taxa de juros reais neutra divulgada pelo Banco Central que é de 4,5%. Portanto essa é a tendência das taxas de juros reais do Brasil, porém, para esta coluna é de que ela se estabilize em torno de 8% ao ano e não em 9% ao ano até o final do ano de 2024.

Quando se analisa a curva de juros do Brasil para os próximos anos, o mercado oscilou para cima as suas previsões: janeiro de 2025 em 9,94%; janeiro de 2026 em 9,97%; janeiro de 2027 em 10,28%; janeiro de 2028 em 10,61%; janeiro de 2029 em 10,84% e janeiro de 2034 em 11,23%,

(Cotações – Juros Futuros – Ferramentas | InfoMoney), os juros reais inclusos nessas taxas são de 6,34% ao ano. Já as taxas dos títulos dos Estados Unidos foram negociadaspara 2 anos é de 4,720% e para 10 anos é de 4,381% ao ano, apresentando crescimento em relação à semana anterior.

Ainda pelo relatório Focus as previsões do resultado primários foram, 2024 de -0,70% do PIB, 2025 de -0,60%,2026 de -0,50% e 2027 de -0,28%.

Abaixo, a tabela das projeções dos indicadores econômicos para 2024 com a atualização do Relatório Focus e a manutenção da coluna. O que se constata que o cenário positivo da economia brasileira está influenciando, a cada semana, a melhora das projeções do relatório Focus.

Abaixo quadro de projeção do IPCA para os próximos 3 meses, conforme relatório FOCUS.

Marcos Freitas Pereira

About Teresa Cristina [Teka]

Check Also

#caldasnovas | Mais uma atração confirmada no Arraiá das Águas Quentes

Além do Padre Fábio de Melo, foi confirmado nesta quarta-feira, 12, pelo prefeito Kleber Marra, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *