#caldasnovas | Suspeito de perseguir ex-esposa e bater no carro dela é preso

A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de perseguir a ex-esposa, na cidade de Caldas Novas, Sul de Goiás. Segundo os agentes civis, nesta quarta-feira (17), ele descumpriu uma medida protetiva e causou um acidente de trânsito, ao colidir no carro da mulher de propósito. A vítima dirigia na companhia dos dois filhos, mas ninguém se feriu.

De acordo com a investigação, o homem ficou à espreita da mulher nas proximidades da residência dela. No momento em que ela saiu do veículo com os dois filhos, o ex provocou colisão frontal com o veículo da família. Depois do incidente, o investigado ainda perseguiu o automóvel da mulher e dos filhos por diversas vias públicas de Caldas Novas.

Diante da situação, os policiais civis iniciaram buscas e conseguiram localizar o homem em uma oficina mecânica. Lá, realizaram sua condução para a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), onde ele foi autuado em flagrante delito pelo descumprimento das medidas protetivas de urgência e pelo crime de dano ao veículo da ex-mulher.

O delegado do caso, Rodrigo Pereira, revela que essa não é a primeira vez que o homem persegue a ex-esposa. Desde o fim do relacionamento, ele a ameaça e a ofende com injúrias. Inclusive, em junho deste ano, ele acabou preso em flagrante por isso e, nesta ocasião, foi alvo de medida protetiva instaurada em benefício da mulher.

Sendo assim, o suspeito está proibido pela Justiça de se aproximar da vítima e, especialmente, de manter qualquer tipo de contato com ela. Porém, desde que saiu da prisão, o homem voltou a procurar a ex-esposa. Aos policiais da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), a mulher disse que o ex-companheiro encaminhava mensagens ameaçadoras constantemente.

About Teresa Cristina [Teka]

Check Also

COLUNA do Freitas – Banco Central contra o Brasil

Em primeiro lugar, esse espaço se solidariza com o povo do Rio Grande do Sul que …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *