Últimas Notícias
Capa / Destaques / #Opinião | ÁREA AZUL

#Opinião | ÁREA AZUL

71601598_1681208932016518_1884390843553415168_n

*Oscar Santos

Um tema delicado que movimenta grande parte da população local. Escutamos de tudo, besteiras e verdades. Primeiro, ressalto que não trato aqui dos temas pertinentes a questões procedimentais ou de legalidade de revogação de lei, mas simplesmente da aplicação ou não da área azul.

Afirmo que sou sim favorável a existência de área azul, existem pontos a serem discutidos e aparentemente já estão sendo (dias, horários e valores), mas a vertente principal é sobre o crescimento de Caldas Novas, fato inegável.

Caldas Novas não é mais a mesma e vem crescendo de forma acelerada, o centro de Caldas já a muito tempo não se estaciona, o comércio local ocupa as vagas em sua grande maioria e falo isso com propriedade de quem empreende no centro da cidade.

O baixo movimento de hoje não é reflexo de ausência de clientes, mas sim, de mudança de estacionamento dos comerciantes e funcionários, como também, não afastado da normalidade, fase de adaptação dos moradores e clientes. Estive no centro hoje e tive que aprender a operar o aplicativo, cadastrar conta e efetivar o pagamento, como tudo que é novo gera dúvidas.

As cidades do porte de Caldas Novas a muito tempo já operam com área azul e o centro sempre continuará a ser centro. Concordo que os valores cobrados podem sim serem melhor discutidos, como horários e dias, mas não há dúvida que com prazo de tolerância de 10 min e com valor acessível, os clientes vão sim prestigiar o comércio central. Não distante da realidade caótica do centro da cidade, como cliente a muito tempo já pago estacionamento quando me dirijo ao Itaú e Banco do Brasil, ninguém estacionava em horário comercial ou então gastaria ao menos 15 min procurando vaga.

Vejo grande revolta nos comerciantes e funcionários, não pela mobilidade, mas pela ausência de sua vaga diária na porta da empresa, essa síndrome do menino pequeno deve ser esquecida, a vaga tem que ser destinada ao cliente. Por seguinte, os transportes coletivos de Caldas (quando se existia) paralisaram suas atividades por falta de clientes, logo, o transporte alternativo, o compartilhamento de veículos (vulgo carona) e outras formas de transportes, deverão ser utilizadas.

A área azul é um “mal” necessário, Caldas Novas não é a mesma de anos atrás, é preciso evoluir e crescer, mesmo que isso seja doloroso no início, faz parte do ciclo de crescimento.

*Opinião de um filho de Caldas Novas e empresário do centro da cidade.

Oscar Santos

Sobre Teresa Cristina [Teka]

Teresa Cristina [Teka]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*