Últimas Notícias
Capa / Goiás / Cidades / Caldas Novas / #CaldasNovas | ALISON MAIA ANUNCIA SAÍDA DA POLITICA

#CaldasNovas | ALISON MAIA ANUNCIA SAÍDA DA POLITICA

51003329_1479485182188895_4524947547566899200_nRadialista, ex-candidato a prefeito de Caldas Novas e também a deputado estadual, sargento da PM, Alison Maia, anunciou em suas redes sociais sua ‘saída da política’. O texto não confirma se a decisão é apenas temporária ou definitiva, mas, à nossa redação, afirmou que, está bem e em paz. “Quero agora cuidar da minha carreira e da família”, avaliou.

Segundo Maia, sua trajetória política foi marcada por muita turbulência, além de perseguições e traições. “Comprei a briga e enfrentei todos os poderosos da cidade. Mantive-me firme, enquanto todos se vendiam eu comprava o sofrimento de uma população que colecionava mortes na saúde pública. Fui perseguido, respondi a mais de 30 sindicâncias na minha corporação, uma chuva de processos e coloquei a minha vida e de minha família em risco para defender famílias de pessoas que nem conhecia. Enfrentei tudo e todos, e apesar das inúmeras propostas não recuei e nem vendi minha dignidade a ninguém”, destacou.

Em seu desabafo, o militar relata ainda, sem citar nomes, que ‘conheceu muita gente que paga de honesto, mas que são tubarões, só esperando o povo dar uma chance para roubar’. “É muita mentira, muita traição e muitos ladrões, que nem se quer entraram na vida pública, mas estão à espreita esperando para destruir ainda mais o patrimônio público”, afirmou Maia.

Nos bastidores comenta se que a saída de Maia do embate político, muito tem a ver com divergências com aliados nas ultimas eleições e também, com ‘ditos aliados’ que não o apoiaram. Mesmo não confirmando, o militar reafirma que conheceu muita gente ruim, “gente que não é gente, pessoas que se passaram por amigos, mas foram piores que os velhos inimigos”.

À Agencia Press Alison Maia garantiu que continuará vigilante e com o ‘sentimento de dever cumprido’ voltará às origens, com suas matérias policiais. A conferir!

Agência Press |Notícias |Jornalismo
Marketing Digital | Redes Sociais

Acompanhe a nota na integra:

Olá amigos. Há alguns anos fazendo meu programa de rádio que ecoava pela cidade recebi a visita de algumas pessoas que me incentivaram a entrar para a política. Naquele tempo, não diferente de hoje, a população sangrava com a deficiência que o poder público proporcionava. Comprei a briga e enfrentei todos os poderosos da cidade. Mantive-me firme, enquanto todos se vendiam eu comprava o sofrimento de uma população que colecionava mortes na saúde pública. Fui perseguido, respondi a mais de 30 sindicâncias na minha corporação, uma chuva de processos e coloquei a minha vida e de minha família em risco para defender famílias de pessoas que nem conhecia. Enfrentei tudo e todos, e apesar das inúmeras propostas, não recuei e nem vendi minha dignidade a ninguém.

Fui candidato a prefeito e quase 11 mil pessoas colocaram suas esperanças em mim. Vi muita coisa, e se fosse dar nomes as piores espécies de seres humanos que conheci nesse meio responderia a um caminhão de processo. Conheci gente que paga de honesto, mas são tubarões só esperando o povo dar uma chance para roubar, muita mentira, muita traição e muitos ladrões que nem se quer entraram na vida pública, mas estão a espreita esperando para destruir ainda mais o patrimônio público.

Me decepcionei com muitos que queriam trocar seus votos por dinheiro ou favores. Tudo passou, me candidatei de novo a deputado, a pedido de supostos companheiros e outras lideranças. Fui lá, fui para ruas sem máscaras, sem montar personagem, sem ser ator, apenas sendo eu mesmo, mas havia outros muito bons atores…

Tudo passou, aprendi muita coisa, conheci muita gente ruim, gente que não é gente, pessoas que se passaram por amigos, mas foram piores que os velhos inimigos, mas por outro lado, ganhei uma família que me ama não pelo que sou ou poderia ser, mas pelo ser humano que eles conheceram. Decidi então deixar essa vida política que muito me prejudicou, mas não me arrependo de ter encarado os inimigos internos e externos e tirado até do meu sustento para ajudar tanta gente… Deixo essa curta carreira com o sentimento de dever cumprido para com as pessoas que confiaram em mim. Agora vou dedicar a quem me ama que é minha família, minha brilhante carreira militar que nunca conseguiram destruir e voltarei às origens, as matérias policiais como nos velhos tempos.

Mas essa saída não significa que não estarei vigilante e se tiver que apoiar alguém essa pessoa tem que prestar muito, jamais colocarei minha história e nem meu nome para apoiar um ladrão, um corrupto. Afinal tive muitos votos e se um dia for às ruas de novo para pedir voto para alguém, esse alguém tem que ser muito bom. Por ora, agradeço a todos pelo apoio a minha curta vida na política, não pude mostrar minhas intenções e nem meu valor, mas saio de cabeça erguida, peço que sempre se lembrem de mim como o cara que jamais se vendeu.

E lembrem-se, como um pedido de quem tanto lutou por vocês e vai continuar lutando, mas como policial, cuidado com futuros candidatos que estão por vir que literalmente não valem nada, querem apenas roubar e garantir seus patrimônios, mas agora voltando a ser pedra e não mais vidraça, na hora certa apontarei quem são os futuros ladrões que tive o desprazer de conhecer bem de perto. Deus abençoe a todos, pois agora estou de volta a meus compromissos com Deus, com minha família e com minha profissão.

Alison Maia

Sobre Teresa Cristina [Teka]

Teresa Cristina [Teka]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*