Últimas Notícias
Capa / Colunistas / Por mais dura, por mais polêmica, por pior que seja uma opinião, ela nunca será mais ofensiva que a censura!

Por mais dura, por mais polêmica, por pior que seja uma opinião, ela nunca será mais ofensiva que a censura!

Em tempos de Democracia, como pode, um político, que se diz representante do povo, achar legítimo cercear o debate político e a opinião pública nas redes sociais e nos meios de comunicação. Mas não se engane, caro vereador, pois a opinião pública o conhece e sabe dos seus eternos queixumes raivosos.

Não há democracia sem opinião pública, tampouco, sem que haja o debate político, principalmente aquele, promovido espontaneamente pelos cidadãos. Só com uma imprensa livre e responsável, com cidadãos participativos e também, responsáveis, teremos uma democracia livre e um país democrático.

Considero como ingratidão, o dito “comunicador”, que alcançou o poder justamente por pregar a livre expressão, tentar hoje, driblar a opinião pública para escamotear a verdade e colocar suas possíveis sujeiras e artimanhas, debaixo do tapete!

Acha mesmo meu caro, que intimidando, mandando recado, ou mesmo, achincalhando pessoas no microfone, vai conseguir colocar mordaça em alguém, ou mesmo na imprensa, sem levar em conta que vivemos em um Estado Democrático de Direito. É inaceitável!

Para você, quem denuncia, ou é puxa saco, fofoqueiro ou sensacionalista e irresponsável? Pois bem, saiba que as ações que tanto lhe incomodam, a ponto de assumir sua arrogância e prepotência acusatória, é apenas reflexo da opinião que o público tem ao seu respeito. Não engana mais ninguém!

Talvez você não saiba, mas “vereador” é cargo eletivo, exercido no legislativo municipal, de acordo com o regime político vigente e no que prega a Constituição brasileira. Vereador, é representante legal da sociedade e CONTRA ELA jamais deverá se insurgir. Pelo contrário: deverá respeitá-la e assumir compromissos diante das imposições e grandezas sociais, dos movimentos coletivos que exigem ética, moralidade, princípios, honestidade, condutas corretas e transparência na política e dos homens públicos.

O nobre vereador PECA VERGONHOSAMENTE, ao tentar impedir a população da livre manifestação! É direito adquirido! E você como vereador, deveria saber disso!  A sociedade e a opinião pública devem ou não duvidar portanto, do seu caráter? Chamar gente de bem, trabalhadora, de “fofoqueiros”, “cambada” ou mesmo de “puxa saco” não é atentar contra a liberdade de expressão? Não é ato lesivo ao que prega a Constituição? Sim, e acima de tudo, um atentado ao respeito às pessoas!

Vale lembra, caro vereador, que o direito à liberdade de expressão não é aplicável apenas à informação e ideias consideradas corretas dentro do seu próprio juízo. Aplica-se a qualquer ideia ou opinião que possam ser comunicadas. A Comissão dos Direitos Humanos da ONU acentuou que o termo “expressão” é generalizado e não limitado a nível político, cultural ou artístico. Inclui também expressões controversas, conflitantes, ou mesmo, chocantes. O simples fato de uma idéia causar desagrado ou ser considerada incorreta não justifica a sua CENSURA! Vale o respeito, em qualquer situação. E é por isso, e contra os desmandos, que lutaremos sempre!

Sobre Teresa Cristina [Teka]

Teresa Cristina [Teka]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*