Últimas Notícias
Capa / Goiás / Menino Davi está de volta a Goiânia

Menino Davi está de volta a Goiânia

O menino Davi Lima de Souza, de quase 3 anos de idade, está de volta a Goiânia. Ele foi foco de uma campanha nas redes sociais para viabilizar seu tratamento após ter sido diagnosticado com uma condição rara que o impossibilitava de absorver os alimentos. Em abril deste ano foi transferido para o Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, por intermédio do governador Marconi Perillo.

Foi o pai de Davi, João Neto, quem buscou o bebê e a mãe dele, Aline Siqueira Lima. Eles chegaram à capital goiana por volta das 17h desta segunda-feira (25/7). Segundo João, o menino está bem, apesar de ainda precisar de cuidados contínuos, e deve continuar seu tratamento em Goiânia, no entanto, ainda não está definida qual unidade deverá recebê-lo.

Diagnóstico

Com um ano e meio de idade, Davi foi diagnosticado com Síndrome da Imunodeficiência Combinada Grave, condição que lhe afetava desde o nascimento. Um transplante de medula, realizado em novembro do ano passado, trouxe melhoras à sua situação. No entanto, tempos depois uma complicação provocou problemas ao seu tubo gástrico e, por conta disso, passou a não absorver mais os alimentos da forma como deveria e a sofrer com diarreia crônica. Aos dois anos tinha o peso de um recém-nascido: 5,3 kg.

Devido às condições delicadas do menino, os pais começaram uma campanha na internet em busca de ajuda para seu tratamento. Enquanto isso, eles também tentavam nas redes municipal e estadual de Saúde o tratamento adequado para a criança. No entanto, não houve sucesso, já que o Estado não conta com um gastroenteorologista pediátrico, especialista que seria o mais apto a cuidar de Davi.

Em pouco tempo a história de Davi correu o país. Pelas redes sociais, famosos como os cantores Felipe Araújo, Bruno Belutti, da dupla Marcos e Belutti, e Zé Felipe compartilharam os pedidos de ajuda. A hashtag #ODaviPrecisaViver passou a ganhar espaço no Facebook e Instagram.

Uma boa notícia veio no dia 27 de abril quando foi confirmada a transferência de Davi para o Hospital Israelita Albert Einstein. Isso foi possível graças a intermediação do governador de Goiás, Marconi Perillo, que discutiu a questão com Claudio Lottenberg, presidente da fundação Albert Einstein, mantenedora da unidade de saúde, que anunciou ao governador a internação gratuita do menino.

No dia 30 daquele mês, o hospital divulgou uma nota atestanto que Davi estava em boas condições de saúde,apesar de bastante desnutrido. Segundo o texto, o menino apresentou complicações como diarreia e perda de peso “importantes” após uma cirurgia bem sucedida de transplante de medula realizada no Hospital Araújo Jorge, em Goiânia.

Falando ao Mais Goiás na época, Aline Siqueira Lima, mãe de Davi, expressou gratidão ao governador e às pessoas que a ajudaram na busca pelo tratamento. “Muita gente publicou pela Internet e graças a Deus deu tudo certo”, disse. “Amanhã ele vai para São Paulo e estou muito feliz. Ele vai ter o tratamento que necessita.”

No dia 10 do mês passado ela voltou a expressar gratidão ao governador. Por meio de vídeo, ela agradece Marconi pela transferência de Davi para o Einstein, preparado para cuidar de casos extremamente graves como o dele, e afirma que o garotinho já havia ganhado peso e apresentava melhora significativa desde que chegou à unidade. No final do vídeo, Davi pede para falar e diz: “Obrigado, governador”.

Fonte: Mais Goiás

Sobre Teresa Cristina [Teka]

Teresa Cristina [Teka]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*