Últimas Notícias
Capa / Goiás / Cidades / Caldas Novas / #CaldasNovas | MILITAR E EX-CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL É PRESO EM OPERAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO E POLICIA FEDERAL

#CaldasNovas | MILITAR E EX-CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL É PRESO EM OPERAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO E POLICIA FEDERAL

48421629_2078496012244414_6076118610500124672_nA informação é de que cinco policiais militares foram presos na madrugada desta terça-feira [18] pela Operação Circo da Morte, deflagrada pelo Ministério Público por meio do Grupo Especial de Controle Externo da Atividade Policial [GCEAP] em conjunto com a Polícia Federal [PF]. Ação visa combater um grupo de extermínio composto por policiais militares que atuavam em pelo menos três comarcas em Goiás: Caldas Novas, Santo Antonio do Descoberto e Alto Paraíso.

Entre os presos está o Coronel Carlos Eduardo Belelli, que foi comandante do 26º BPM em Caldas Novas e se afastou para concorrer ao cargo de deputado estadual pelo Partido da República [PR]. Mesmo não tendo sido eleito, Bellelli foi o mais votado no município em dobradinha com a deputada federal, Magda Mofatto, do mesmo partido, e reeleita nas ultimas eleições.

De acordo com a investigação, os envolvidos poderão responder pelos crimes de constituição de milícia privada, homicídio qualificado, ocultação de cadáver, corrupção passiva e fraude processual. Além de Belelli, dois sargentos, um cabo e um subtenente também foram presos.

Ao todo, cinco promotores de Justiça, três delegados, além de agentes da PF cumprem cinco mandados de prisão e nove mandados de busca e apreensão, todos na cidade de Caldas Novas, incluindo no 26º BPM. A ação contou ainda com o auxílio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado [Gaeco] do MP|GO e da Corregedoria da Polícia Militar do Estado de Goiás [PM-GO].

Segundo a Policia Federal, o nome da Operação faz alusão ao ‘mágico de circo’ que faz ilusões parecem verdade como homicídios que teriam a aparência de atos heróicos, uma vez que os envolvidos ‘teriam praticado homicídios, forjando a existência de confrontos policiais que justificassem a ação’.

[Agência Press com informações do Ministério Publico de Goiás e Bom Dia Brasil| Tv Globo]

Agência Press |Notícias |Jornalismo
Marketing Digital | Redes Sociais

Sobre Teresa Cristina [Teka]

Teresa Cristina [Teka]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*